segunda-feira, 9 de junho de 2014

Belém/PA

Belém é um município brasileiro, e a capital do estado do Pará, também conhecida como Portão de Entrada da Amazônia. É uma cidade rica em construções históricas, que oferece diversas possibilidades de lazer e cultura.
Fomos a Belém a trabalho, mas aproveitamos muito bem as horas vagas para conhecer um pouco da cidade. Chegamos num domingo; malas no hotel, nosso primeiro ponto de parada foi a Estação das Docas, que fica no antigo porto de Belém, um espaço restaurado que oferece variadas opções de restaurantes, lojas, etc, funciona todos os dias a partir das 10:00 hs.
 
 
Estação das Docas
 
 
Barco de passeio - Saída Estação das Docas
 
Almoçamos no Restaurante “Lá em Casa”, eu pedi um frango, e meu marido o famoso pato no tucupi, os pratos são individuais, preço de médio a caro e não achei tudo isso, faltou um pouco de tempero. Mas, segundo meu marido, o pato no tucupi, de origem indígena, é uma boa pedida.

Também na Estação das Docas (num outro dia) fomos a Cervejaria “Amazon Beer”, fundada em 2000; a cervejaria é atração turística na Estação, pois eles produzem de modo artesanal diferentes tipos da bebida, inspirados na Amazônia, como a cerveja de açaí, a cerveja de bacuri, de priprioca e a de tapereba. E também oferecem para acompanhamento pratos e porções bem diversas e generosas, com preços justos, eu diria, pela quantidade servida, como a linguiça de metro, ou os filés; em alguns dias da semana, o happy hour sai por R$ 38,00 (por pessoa – preço Maio 2014) com direito a buffet e chopp a vontade, a partir das 18:30hs.

Deixe um espaço para sobremesa. Também na Estação, a Sorveteria Cairú é famosa pela variedade de sorvetes que oferece, do mais simples ao regional; recomendo, muito bom. Depois de tantas comidinhas, uma caminhada é sempre algo bom, aproveite para tirar várias fotos da Estação e do Rio Guajará.


 
Rio Guajará

 
Rio Guajará - Estação das Docas

 
Rio Guajará
 
 
Estação das Docas 
Ver-o-Peso é outro ponto turístico próximo à Estação com feiras que oferecem: peixes (é claro), frutas, verduras, comidas típicas, artesanato, entre outros produtos amazônicos. Este espaço funciona há 386 anos, é visível o peso da idade, rs... É aparentemente seguro, mas não se deve ostentar jóias, bolsas celulares, máquinas fotográficas ou objetos de valor, principalmente no anoitecer.
 
 
Ver-o-Peso 

 
Ver-o-Peso - Vista do Forte do Presépio
 
Mangal das Garças é um parque ecológico, localizado às margens do Rio Guamá, funciona de terça a domingo das 09:00hs às 18:00hs, é um parque muito bonito, limpo, com Garças, viveiros com diversas aves, e o maior borboletário da América do Sul. É uma pequena porção da Amazônia, dentro da cidade.
 
 
Mangal das Garças

 
Mangal das Garças

 
Mangal das Garças

 Mangal das Garças
 
A Orla de Belém também conhecida como Portal da Amazônia, o projeto prevê 6 km de orla entre o Mangal das Garças e a Universidade Federal do Pará. Uma parte do projeto já está concluída, um espaço com quadras para prática de esportes, quiosques, uma boa área verde e com a vista do imenso Rio Guamá.
 
 
Orla de Belém
 
 
O Parque Zoobotânico do Museu Paraense Emílio Goeldi, entrada R$ 2,00 (por pessoa – preço Maio 2014), também está localizado no centro urbano, possui cerca de 2.000 árvores nativas da região, vitória régia, e 600 animais como: arara-azul, onça pintada, pirarucu, jacaré, ariranha, entre outros, é a Instituição de Pesquisa da região Amazônica mais antiga do Brasil (no seu gênero) e uma referência mundial. 
Museu Paraense Emílio Goeldi
Castelinho - Museu Paraense Emílio Goeldi
Vitória Régia - Museu Paraense Emílio Goeldi
Também há o Parque da Residência, que tem entrada gratuita, aberto de terça a domingo das 09:00hs às 23:00hs, é a antiga residência do governador do estado, com um pequeno orquidário, coreto e restaurante. Fica próximo ao Parque Zoobotânico. Por isso, quando visitar um dos atrativos do bairro, já visite os demais, para aproveitar melhor a viagem, principalmente se estiver de táxi. Pois nesse caso, pode-se ir a pé. 
Parque da Residência
Pequeno Orquidário
Coreto

 
Belém, como toda cidade brasileira de porte médio ou grande, sofre com o problema do trânsito, congestionamentos e se você não se programar bem, pode levar mais tempo se deslocando de um passeio a outro, do que no aproveitamento do próprio passeio em si.
Forte do Presépio, localizado as margens da baia de Guajará, também um ponto turístico é bem preservado, o museu arqueológico (entrada R$ 2,00 por pessoa – preço Maio 2014), que guarda alguns dos objetos como: moedas, munições, cachimbos, entre outros encontrados nas escavações do terreno. 
Forte do Presépio
Forte do Presépio
Forte do Presépio
 
Casa das Onze Janelas, localizada às margens da baia de Guajará, ao lado do Forte do Presépio, é um espaço cultural com algumas exposições de arte moderna, na parte superior, e um pouco da história regional, no térreo. Em uma das salas do térreo fica o famoso restaurante Boteco das Onze. 
Casa das Onze Janelas 
O Teatro da Paz possui entrada gratuita para conhecê-lo; está aberto para visitação guiada de terça à sexta das 9:00hs às 17:00hs; inaugurado em 1878, e reinaugurado em 2002, ainda hoje mantém um charme antigo. Dizem que é o maior Teatro da Região Norte e um dos mais luxuosos do Brasil. Vale a pena conhecer e tirar as próprias conclusões.  
 
Teatro da Paz 

Teatro da Paz 
Teatro da Paz 
Belém é uma cidade antiga, ainda em desenvolvimento, mas com boas opções de turismo, bons restaurantes, boas lojas. No Boulevard Shopping Belém, por exemplo, há uma variedade de franquias, com marcas e produtos para todas as idades, do simples ao luxuoso, e uma praça de alimentação variada e com preços acessíveis. É bem localizado, e conta também com um complexo de cinema, sempre cheio aos feriados e fins de semana.
 
No geral, Belém parece ser uma cidade segura, bem policiada, com os táxis rondando constantemente os principais pontos turísticos e de trabalho, o que facilita a locomoção, e os preços são acessíveis, é uma boa opção para se deslocar mais rapidamente, ainda que o trânsito seja um pouco carregado.
Voltaria sim outras vezes.
Até a próxima viagem...!!! 
Fotos tiradas por Vanessa Carvalho